48ª Corrida: Circuito Pela Paz - Ibirité/MG.

31 de maio de 2014

2º Circuito Pela Paz - Etapa Ibirité/MG.


     A corrida "Circuito Pela Paz - Etapa Ibirité" teve um horário de largada nada convencional: às 14:30h. O local da concentração foi na arena em frente à Escola Municipal Marinete Damasceno Pinheiro. A infra estrutura do evento contou com vestiários, guarda-volumes, água, frutas, etc, bastante organizado para evento de pequeno porte.



     A entrega dos kits aconteceu no mesmo dia da prova, de  9 às 13h30, na ESCOLA MUNICIPAL MARINETE DAMASCENO PINHEIRO na Rua Paulo Souza Lima. Foram entregues uma camiseta do evento, número de peito e chip descartável. 

ESCOLA MUNICIPAL MARINETE DAMASCENO PINHEIRO.

     A princípio, eu nem cogitava em participar dessa corrida, pois não costumo mais correr em provas de pequeno percurso e no dia seguinte iria participar da Corrida da Infantaria. Maaaaas, a colega Vanessa Silva me falou que no Facebook do evento estava havendo inscrições para sorteio de 20 kits da prova. Então, me escrevi e ganhei.

Com o amigo Serginho.
Campeão de todas.

Deputado Wellington Prado.

Com o amigo Alessandro.

"O Percurso"
aaaahhhhhh, o percurso...

     Já havia sido alertado pelo colega Eduardo Cordeiro que esse seria o mais difícil desse Circuito Pela Paz, mas como havia feito a etapa de Belo Horizonte, em Venda Nova (aqui), achei que seria parecido, pois esse também foi muito difícil. Mas nada comparado ao percurso de Ibirité.

Olhando assim, 5km não é nada, né?

Tudo pronto para a largada, vamos lá.

Logo na primeira curva já veio a primeira subida.
E assim foram por quase 4 km.

Olha que figura esse pai.

1º km de subida.

           Olha o corpo desse corredor como estava inclinado.

Alguns não suportaram.

Olha o Deputado aí, também teve que dá uma respirada.



E as subidas não acabavam não !!!!



Se aproximando do km 4 começou a ter algumas descidas.

A comunidade incentivava bastante.

Reta final para a chegada.


video
Chegada.




Etapa Belo Horizonte e Etapa Ibirité,
poderiam pelo menos mudar a cor da fita, né?

7 comentários:

  1. Não parava de subir, não??? Que isso... ahahahaha

    Att.,
    Felippe Diniz

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Realmente eles poderiam ter mudado pelo menos a fita.. :-(

      Att.,
      Felippe Diniz

      Excluir
    2. Pois é Felippe, eram subidas que não acabavam mais, parecia que ia chegar no céu.
      Abraço,

      PauloBH

      Excluir
  2. Eu conheço bem a região, presto serviços por aí. Pra subir de carro já é osso, correndo então... bom que você vai treinando Paulinho pra Mizuno Uphill em Outubro, só 42.195 metros de subida!
    Parabéns guerreiro por mais essa conquista, foi mole pra você!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Foi mole por que sigo seus passos, grande Eduardo.
      Obrigado pelo incentivo de sempre. É muito prazeroso ter amigos com que podemos contar. Abração.

      Excluir
  3. Olha que legal! Hoje que vi meu filho no canguru. Esse é meu irmão Omir Rocha. Eu e o meu marido estavamos correndo logo atrás! Abraços!

    ResponderExcluir
  4. Olha que legal! Hoje que vi meu filho no canguru. Esse é meu irmão Omir Rocha. Eu e o meu marido estavamos correndo logo atrás! Abraços!

    ResponderExcluir